Malware mira usuários da Apple em 92 países

Malware mira usuários da Apple em 92 países. Software responsável por invadir aparelhos eletrônicos e coletar informações sensíveis tem como alvo dispositivos da empresa, revela ISH Tecnologia

A ISH Tecnologia divulga por meio do Heimdall, seu principal boletim informativo de Threat Intelligence, que um spyware mercenário tem mirado usuários da Apple em 92 países. O objetivo do ataque cibernético consiste em invadir diversos dispositivos e explorar dados sensíveis desses aparelhos. Além disso, esse software tem a capacidade de compartilhar informações confidenciais sem que o proprietário do celular, tablet ou computador saiba que isso aconteceu.

Segundo a ISH, a Apple está em processo de alertar seus usuários de Iphone sobre o ataque, e apesar de não saber a origem dos disparos desse malware, a empresa se mostra confiante em relação aos suspeitos que orquestraram a invasão digital. Junto a isso, a companhia espera que seus consumidores levem a sério os avisos a respeito do software malicioso e que eles compreendam o impacto negativo que essa programação apresenta.

Os ataques de spyware costumam ser muito mais complexos do que os ciberataques comuns, isso porque eles utilizam técnicas sofisticadas que são capazes de atingir de formas distintas usuários diferentes e específicos. Pesquisas públicas afirmam que golpes digitais executados de maneira individual estão geralmente associados a grupos estatais ou empresas privadas que disparam esses softwares maliciosos de acordo com seus interesses próprios. Além disso, por custarem um preço elevado esses malwares possuem uma vida de ação curta, o que dificulta ainda mais sua detecção e prevenção.

A ISH afirma que é fundamental estar ciente de que a Apple não pedirá ações como clicar em links, abrir arquivos, instalar apps ou fornecer senhas via e-mail ou telefone em suas notificações de ameaças. Para confirmar a autenticidade de um alerta, o usuário deve acessar diretamente o site appleid.apple.com, onde as notificações legítimas estarão visíveis após o login.

Prevenção

A ISH Tecnologia, preocupada com a segurança digital dos usuários, elencou algumas recomendações para que ataques cibernéticos como esse sejam evitados:

  • Atualize todos os dispositivos Apple (Mac, iPad) que você usa e habilite o Modo Lockdown neles;
  • Atualize aplicativos de mensagens e de nuvem para as versões mais recentes disponíveis;
  • Ative o Modo Lockdown para proteção adicional contra spyware, reduzindo significativamente a superfície de ataque;

Use autenticação de dois fatores e uma senha forte para Apple ID.

Fonte: ISH

Veja também:

Sobre mindsecblog 2489 Artigos
Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Engenharia Social: a importância do investimento em segurança
  2. 90% dos ataques a empresas começam com e-mail de phishing

Deixe sua opinião!