Engenharia Social: golpes e a importância do investimento em segurança

Engenharia Social: golpes e a importância do investimento em segurança para manter a confiança dos usuários.  Especialista explica detalhes sobre uma das fraudes mais aplicadas e como é possível se proteger.

Engenharia social é um termo abrangente que engloba toda a exploração da fragilidade humana para extorquir dinheiro, informações e dados financeiros por parte de criminosos, que utilizam técnicas de manipulação para obter informações privadas, acessos ou credenciais de login e senha para acessar sistemas e contas pessoais.

O phishing regular, uma das formas mais comuns de engenharia social, envolve o envio de e-mails ou mensagens falsas que se passam por fontes confiáveis, com o objetivo de induzir usuários a compartilharem informações confidenciais, como senhas, números de cartão de crédito, ou ainda informações sensíveis e confidenciais de empresas.

Algumas variações do método tradicional de phishing, como o spear phishing, angler phishing e whaling spear phishing, vêm se tornando cada vez mais comuns e são caracterizadas por uma abordagem menos impessoal. O spear phishing é altamente direcionado e se apoia em uma pesquisa prévia sobre a vítima para adicionar credibilidade na aproximação fraudulenta, enquanto o angler phishing funciona quando indivíduos se passam por representantes de empresas nas redes sociais, convencendo vítimas a cederem informações pessoais ou induzindo o usuário a clicar em um link malicioso. Já o whaling visa alvos de alto nível, buscando obter informações sigilosas e acesso privilegiado.

No ambiente corporativo, é crucial investir em treinamentos para identificar fraudes e aumentar o conhecimento sobre segurança digital entre os colaboradores. Uma pesquisa da EY revelou que 40% dos ataques cibernéticos com roubo de credenciais acontecem por meio de usuários internos, destacando a importância de uma abordagem abrangente de segurança digital, que inclua políticas claras e treinamento adequado para os funcionários. No entanto, muitas empresas ainda não adotam uma política unificada para pessoas, processos e tecnologias, resultando em brechas significativas em sua segurança.

Essas falhas podem resultar em sérios prejuízos financeiros e de reputação para as empresas. Um estudo da IBM mostrou que o custo médio de um vazamento de dados é de US$ 6,5 milhões, e 73% das organizações sofreram um vazamento nos últimos cinco anos. É essencial que as empresas estejam atentas e implementem medidas robustas de segurança para proteger seus dados e sua reputação no mercado.

Segundo André Ferraz, CEO da Incognia, o aumento alarmante dos ataques cibernéticos internos destaca a urgência para as empresas adotarem uma abordagem integrada de segurança digital. “Reconhecemos a importância de proteger não apenas as fronteiras digitais, mas também os usuários internos, que muitas vezes são alvos fáceis para os cibercriminosos. Nossa tecnologia de identidade baseada em localização oferece uma camada adicional de segurança, validando a autenticidade dos usuários e mitigando os riscos associados à engenharia social. Estamos comprometidos em capacitar as empresas a enfrentar os desafios cada vez mais complexos da segurança digital, garantindo a proteção dos ativos mais preciosos: os dados e a reputação.”

A engenharia social é um desafio persistente tanto para empresas quanto para usuários comuns de serviços digitais, que correm o risco de cair em golpes sofisticados se não estiverem alertas. A facilidade com que sites e mensagens falsas imitam instituições legítimas torna os consumidores vulneráveis a fraudes e roubos de identidade.

É fundamental que todos os usuários de serviços digitais estejam atentos a sinais de possíveis golpes, como mensagens ou e-mails não solicitados que pedem informações pessoais ou financeiras. Sempre verifique a autenticidade do remetente antes de clicar em links ou fornecer dados sensíveis. Mantenha seus dispositivos atualizados com as últimas correções de segurança e utilize senhas fortes e únicas para cada conta. Além disso, considere o uso de autenticação de dois fatores sempre que possível para adicionar uma camada extra de segurança às suas contas online”, completa Ferraz.

Para as empresas, a abordagem proativa na proteção contra a engenharia social é crucial. A infraestrutura de segurança das organizações deve envolver tanto o investimento em treinamentos e políticas de segurança abrangentes, a fim de mitigar os riscos internos e externos, quanto a adoção de tecnologias avançadas, como a identidade baseada em localização da Incognia. A ferramenta é um exemplo de tecnologia capaz de fornecer uma camada adicional de proteção contra fraudes, ajudando a garantir a segurança dos dados e da reputação da empresa.

Veja também:

Sobre mindsecblog 2473 Artigos
Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. CISA e FBI incentiva eliminar vulnerabilidades de passagem de diretório
  2. Vulnerabilidade Telefone IP Cisco Permite Ataque DoS
  3. Quishing: uma ameaça crescente

Deixe sua opinião!