Privacidade de Dados: Como se proteger nas redes sociais e no trabalho remoto?

Privacidade de dados: como se proteger nas redes sociais e no trabalho remoto? A Asper, uma das principais empresas de segurança cibernética do país, oferece estratégias para proteger os dados nas redes sociais e no ambiente de trabalho.

Com o avanço tecnológico e a crescente exposição de informações pessoais, as empresas enfrentam o desafio de transmitir segurança na gestão de dados para consolidar relações sólidas com seus clientes.

Pensando nisso, a Asper, empresa especializada em cibersegurança, criou um e-book intitulado Seus dados sob controle: um guia abrangente para proteger sua privacidade online, com o intuito de orientar sobre a gestão eficaz da privacidade de dados.

É fundamental adotar uma abordagem abrangente para evitar riscos. Isso inclui investir em tecnologia avançada, implementar práticas de segurança robustas, fornecer treinamento contínuo aos usuários e garantir conformidade regulatória. Ao adotar essas medidas, tanto empresas quanto colaboradores podem contribuir significativamente para garantir a privacidade dos dados e a segurança da informação”, afirma Selnise Almeida, Head de Privacidade da Asper.
 

Proteção de dados nas redes sociais

É inegável que as redes sociais são essenciais para conectar pessoas e compartilhar momentos globalmente. No entanto, elas também trazem sérios desafios para a privacidade e segurança dos nossos dados pessoais.

Muitos usuários não sabem como suas informações são usadas, e alguns só se preocupam com a privacidade quando ocorre uma violação. Por isso, é importante orientar os usuários sobre suas ações online para que possam ter algum controle sobre suas informações, principalmente em ambientes profissionais.
 

Quais são os principais riscos?
 

As preocupações atuais relacionadas à privacidade nas redes sociais abrangem uma variedade de questões, refletindo a crescente conscientização acerca dos riscos associados ao tratamento de dados pessoais online. Veja algumas das principais preocupações elencadas:

– Coleta excessiva de dados: Plataformas de redes sociais coletam excessivamente dados dos usuários, comprometendo a privacidade ao expô-los a riscos desnecessários.

– Algoritmos de personalização e viés: Algoritmos de redes sociais moldam o conteúdo apresentado aos usuários de acordo com interações passadas, limitando a diversidade de informações.

– Incidentes de vazamentos de dados e violações de segurança: A exposição de informações dos usuários pode levar ao roubo de identidade, fraudes e outros danos à privacidade.

– Publicidade direcionada e manipulação comportamental: Por vezes, o uso de dados pessoais é utilizado para influenciar decisões e comportamentos, muitas vezes de maneira não transparente com o usuário. A publicidade direcionada pode ser intrusiva e impactar as escolhas dos usuários.

 

Como se prevenir?

Para garantir a proteção das informações pessoais online, o e-book recomenda a adoção de diretrizes específicas voltadas para a segurança e a privacidade, incluindo:

– Revisão das configurações de privacidade da conta: Revise as configurações de privacidade das redes sociais periodicamente para controlar quem acessa suas informações. Também é importante remover aplicativos de terceiros não utilizados em suas redes sociais regularmente.

– Senhas fortes e autenticação de dois fatores: Utilize senhas fortes e autenticação de dois fatores para dificultar acessos não autorizados. Além disso, ative alertas e notificações para tentativas de acesso.

– Atualização de dispositivos e softwares: Atualize regularmente dispositivos e softwares para se proteger contra ameaças online, fazendo uso das correções de vulnerabilidades.

– Engenharia social: A engenharia social é uma prática em que pessoas maliciosas tentam manipular indivíduos para obter informações cruciais, por isso, é importante evitar fornecer dados pessoais e ter cautela ao clicar em links e e-mails suspeitos.
 

Privacidade no trabalho remoto

O trabalho remoto tem sido adotado por muitas empresas. Apesar dos seus benefícios, é necessário que tanto a empresa quanto o colaborador tomem cuidados adicionais para garantir a segurança da informação e a proteção de dados.

É necessário que as empresas invistam em políticas e ferramentas de tecnologia voltadas para a prevenção de incidentes e mitigação de potenciais vulnerabilidades, além de observar:

– Uso de dispositivos pessoais para trabalho: Estabeleça políticas claras para o uso de dispositivos pessoais no trabalho, como atualizações regulares de software, antivírus e senhas robustas.

– Ferramentas de colaboração online: Mantenha suas ferramentas de colaboração e sistemas atualizados. Ao compartilhar arquivos, use plataformas seguras e limite o acesso à informação apenas a quem está autorizado.

– Treinamento e conscientização: Forneça treinamentos simples e frequentes aos colaboradores, incluindo orientações sobre LGPD, uso de senhas fortes e atualização de softwares. Promover uma cultura de segurança contribuirá para um ambiente remoto mais protegido.

– Conscientização sobre phishing e golpes online: Conscientize os colaboradores sobre e-mails suspeitos para evitar golpes de phishing. Ensine técnicas de verificação antes de clicar em links ou fornecer dados pessoais.

Durante a jornada de trabalho remota, os colaboradores devem:

– Utilizar redes wi-fi seguras: Opte por redes wi-fi seguras, preferencialmente protegidas por senha, para evitar acessos não autorizados.

– Desconectar-se adequadamente: Encerre sessões de VPN e desligue computadores para evitar potenciais vulnerabilidades e assegurar a integridade das informações.

– Utilizar canais oficiais para assuntos de trabalho: Utilize plataformas seguras e autorizadas pela empresa, como e-mails corporativos e mensageiros internos, para reduzir o risco de vazamento de dados.

– Educar os membros da família ou colegas de casa: Estabeleça junto a sua família ou colegas de casa os horários definidos de trabalho, informe claramente a importância de um ambiente tranquilo para trabalhar. Explique a importância de manter a confidencialidade das informações corporativas. Promova uma cultura de segurança cibernética e reforce a necessidade de não divulgar informações corporativas

Por: Asper

Veja também:

Sobre mindsecblog 2483 Artigos
Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.

Seja o primeiro a comentar

Deixe sua opinião!