Consumidores ameaçam boicotar empresas por falta de higiene de dados

Consumidores ameaçam boicotar empresas por falta de higiene de dados. Falta de controle e acumulo desnecessários de ameaçam credibilidade das empresas.

Quase metade dos consumidores afirma que deixará de comprar de empresas que intencionalmente causam danos ambientais ao não controlar a quantidade de dados desnecessários que estão armazenando.

A Veritas Technologies, líder em gerenciamento seguro de dados multinuvem, divulga hoje uma nova pesquisa que indica que metade dos consumidores (49%) acha que é responsabilidade das organizações que armazenam suas informações online excluí-las quando não estão mais necessário. Eles também estão preparados para dar às costas às empresas que não reduzirem a poluição relacionada a dados: quase metade (47%) afirma que deixará de comprar de uma empresa se souber que ela esteja causando danos ambientais deliberadamente ao não controlar quantos dados desnecessários ou indesejados está armazenando.

A pesquisa, que entrevistou 13.000 consumidores em todo o mundo, incluindo mil consumidores no Brasil, também descobriu que quase metade (46%) afirma preocupação com o fato de 2% das emissões globais de poluição relacionadas à energia sejam causadas por data centers. Em resposta, três quintos (59%) apontam que gostariam de ver mais foco das organizações no controle do impacto negativo do armazenamento de dados online no ambiente. Como incentivando seus clientes a fechar contas não utilizadas ou inativas até a oferecer orientações sobre como excluir informações obsoletas que não precisam ou não desejam mais.

Gustavo Leite, vice-presidente para a América Latina da Veritas Technologies, pontua que: “Além dos custos de armazenamento de dados, os custos ocultos de seu impacto ambiental devem estar no topo da agenda de todos os líderes empresariais. Os data centers funcionam 24 horas por dia e, até 2030, devem consumir até 8% de toda a eletricidade do planeta. É fácil esquecer que os data centers são movidos principalmente a combustíveis fósseis e geram aproximadamente a mesma quantidade de CO2 que o setor aéreo.

A nova pesquisa também descobriu que metade (51%) dos consumidores disseram que se preocupam com o fato de que o armazenamento de dados online desperdiça energia e produz poluição ambiental quando, em média, metade dos dados armazenados pelas empresas é redundante, obsoleto ou trivial (ROT). E outros 35% é considerado “dark”, com valor desconhecido, posto que de acordo com outra pesquisa da Veritas, os tomadores de decisão de TI relataram as porcentagens de ROT, dados escuros e críticos de negócios em suas organizações.

Leite acrescenta que: “As organizações não devem subestimar o impacto ambiental de práticas inadequadas de gerenciamento de dados, mesmo que estejam terceirizando seu armazenamento para provedores de nuvem pública. Muitos consumidores têm um fervor por reduzir suas pegadas de carbono, mas a organização média ainda está causando mais poluição armazenando dados que eles sabem que não são necessários do que dados que acreditam ser úteis – em média, apenas 15% dos dados são críticos para os negócios. Com metade dos clientes dizendo que pararia de comprar de empresas que não conseguem enfrentar o desafio, o risco para as empresas e o ambiente de não identificar e eliminar dados desnecessários é grande demais para ser ignorado por mais tempo.

Metodologia da pesquisa

A pesquisa, realizada pela 3Gem em nome da Veritas, entrevistou 13.000 consumidores na Austrália, Brasil, China, França, Alemanha, Japão, Cingapura, Coreia do Sul, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido e EUA entre 1º e 16 de fevereiro de 2023.

Fonte: Veritas

Veja também:

Sobre mindsecblog 2421 Artigos
Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.

1 Trackback / Pingback

  1. Aumenta o comércio de contas roubadas ChatGPT Premium | Minuto da Segurança da Informação

Deixe sua opinião!