Hospital de Santa Catarina sofre ataque de Ransomware

Hospital de Santa Catarina sofre ataque de Ransomware. Em uma semana onde o Tesouro Nacional e Lojas Renner foram afetados hopital de Sanata Catarina tamém sofre com ataques. 

Tendência mundial, o crescimento dos ataques de ransomware contra sistemas de infraestrutura chegou com força ao Brasil nesta semana. Na última quarta-feira, dia 17 de agosto, o Hospital e Maternidade Municipal Nossa Senhora da Graça (HMMNSG) de São Francisco do Sul, no Litoral Norte de Santa Catarina, confirmou que vítima de um ciberataque que deixou seus sistemas de gestão e atendimento paralisados.

Segundo o hospital, o ataque cibernético aconteceu no último fim de semana e trouxe prejuízos ao banco de dados da instituição.

A instituição ainda tenta recuperar os dados e, por isso, embora o atendimento esteja normalizado, os registros estão sendo feitos de forma manual pelos profissionais.

Como o mesmo sistema é usado na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), essa unidade também está com registro de prontuários afetado pelo ataque.

Os ataques trouxe prejuízos imediatos a seu banco de dados. Os responsáveis pela análise técnica da ação afirmam que ela tinha como objetivo exigir um resgate que seria pago em Bitcoins, cujo valor não foi divulgado.

Após inúmeros testes e análises com a equipe de TI local e corporativo, foi constatado que o ataque teve como objetivo a solicitação de pagamento de uma determinada quantia de dólares em Bitcoins para a liberação do mesmo. Infelizmente, principalmente neste momento de pandemia, situações como estas estão ocorrendo no mundo todo”, afirmou o hospital em comunicado publicado no Facebook.

Hospital investiga o ocorrido

O HMMNSG afirmou que está trabalhando junto com a Secretaria Municipal de Saúde e o Instituto Nacional de Desenvolvimento Social (INDSH) para tomar as medidas necessárias para recuperar informações perdidas e reestabelecer seus sistemas. O hospital também está contando com o apoio da Polícia Civil para apurar o caso. Enquanto os sistemas não são reestabelecidos, a instituição prossegue com os atendimentos de forma mais lenta, já que todos os registros precisam ser feitos de forma manual pelos profissionais.

A semana também foi marcada por um ataque de ransomware contra os sistemas da Secretaria do Tesouro Nacional, ligado ao Ministério da Economia, as Lojas Renner (que também afetou a Camicado e Ashua  que fazem parte do grupo) e à T-Mobile (nos EUA).

Fonte: CanalTech

Veja também:

 

Sobre mindsecblog 1767 Artigos
Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. Simulador de Ransomware, a sua rede é eficaz no bloqueio de ransomware?
  2. Vulnerabilidade grave no Microsoft Azure expôs os dados de milhares de clientes
  3. Campanha de Phishing tem como alvo Office365 e rouba credenciais

Deixe sua opinião!