Como reduzir risco cibernético do trabalho remoto

Como reduzir risco cibernético do trabalho remoto. Treinamento e gerenciamento de endpoint reduzem os riscos de segurança cibernética do trabalho remoto. 

33% das empresas não estão fornecendo nenhum treinamento de conscientização sobre segurança cibernética para usuários que trabalham remotamente, de acordo com a Hornetsecurity.

O estudo também revelou que quase 74% da equipe remota tem acesso a dados críticos, o que está criando mais riscos para as empresas no novo mundo do trabalho híbrido .

Apesar da atual falta de treinamento e de os funcionários se sentirem mal preparados, quase 44% dos entrevistados disseram que sua organização planeja aumentar o percentual de funcionários que trabalham remotamente.

A popularidade do trabalho híbrido e os riscos associados significam que as empresas devem priorizar o treinamento e a educação para tornar o trabalho remoto seguro. Os métodos tradicionais de controle e segurança dos dados da empresa não são tão eficazes quando os funcionários trabalham em locais remotos e a maior responsabilidade recai sobre o indivíduo. As empresas devem reconhecer os riscos exclusivos associados ao trabalho remoto e ativar os sistemas de gerenciamento de segurança relevantes, além de capacitar os funcionários para lidar com um certo nível de risco”, disse Daniel Hofmann , CEO da Hornetsecurity.

Desafios e riscos

A pesquisa destacou os desafios de gerenciamento de segurança e o risco de segurança cibernética dos funcionários ao trabalhar remotamente.

A pesquisa revelou dois problemas principais que causam risco: funcionários com acesso a dados críticos e treinamento insuficiente sobre como gerenciar a segurança cibernética ou como reduzir o risco de um ataque cibernético ou violação.

Hofmann comentou: “Aumentar as medidas de segurança cibernética do trabalho remoto é particularmente importante no clima atual, pois os cibercriminosos estão se tornando mais inteligentes e usando o trabalho remoto a seu favor. Vimos um aumento nos ataques a smartphones, pois os hackers entendem que os dados pessoais e profissionais provavelmente podem ser acessados, já que as pessoas podem, e geralmente fazem, realizar trabalhos em dispositivos pessoais.”

Problemas de segurança de trabalho remoto

Embora as empresas tenham se adaptado a novas formas de trabalho, os riscos de segurança cibernética associados ao trabalho remoto ainda precisam ser resolvidos. Quase 18% dos profissionais de TI dizem que os funcionários não estão seguros ao trabalhar remotamente, mas quase 74% dos funcionários têm acesso a dados críticos . Talvez sem surpresa, 14% dos entrevistados disseram que sua organização sofreu um incidente de segurança cibernética relacionado ao trabalho remoto.

O trabalho remoto não é apenas conhecido pelos profissionais por trazer problemas únicos, mas as pessoas estão enfrentando as consequências de medidas de proteção inadequadas e gerenciamento remoto insuficiente.

A falta de conhecimento amplifica o risco

O estudo também destacou a falta de compreensão, confiança e conhecimento sobre segurança cibernética por parte dos funcionários quando trabalham remotamente. 43% dos profissionais de TI classificam sua confiança em suas medidas de segurança remota como ‘moderada’ ou pior, com a pesquisa também descobrindo que o ‘compartilhamento descontrolado de arquivos’ era uma fonte comum de incidentes de segurança cibernética (16%).

As organizações podem reduzir os riscos associados à segurança cibernética aumentando a educação e o treinamento. O treinamento básico poderia melhorar significativamente as coisas.

Uso do gerenciamento de endpoints

É essencial ter sistemas fortes para proteger os funcionários. O estudo descobriu que as principais fontes de incidentes de cibersegurança foram endpoints comprometidos (28%) e credenciais comprometidas (28%). Além disso, 15% disseram que os funcionários usam seus próprios dispositivos com alguma configuração de endpoint para trabalho remoto.

Está claro que ter treinamento de conscientização de segurança e investimento em sistemas de gerenciamento de endpoint é vital para ter segurança cibernética remota para as organizações.

Hofmann concluiu: “Para lidar com a lacuna de conhecimento, o treinamento ajuda a garantir que os invasores tenham menos probabilidade de realizar uma violação bem-sucedida ao tentar explorar os funcionários. Isso e o gerenciamento de endpoints são as duas etapas básicas para reduzir os riscos do trabalho remoto.”

Fonte: HelpNetSecurity

Veja também:

Sobre mindsecblog 1947 Artigos
Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.

Seja o primeiro a comentar

Deixe sua opinião!