Terrorismo e a Continuidade de Negócios no Brasil

Terrorismo e a Continuidade de Negócios no Brasil. Ano novo vida nova diz a sabedoria popular.

E tudo indica que este ano vamos ter que incluir um novo “risco” nos nossos Programas de Continuidade de Negócios.   Este novo risco é o terrorismo ou atos terroristas se preferirem.

Vejamos alguns fatos recentes:
 

  • Um dos candidatos à presidência da república foi esfaqueado num ato, ao que tudo indica, com conotações políticas;
     
  • Na posse como Presidente da República deste mesmo candidato havia a ameaça de um atentado por um grupo autodenominado “Maldição Ancestral”, antipolítico e terrorista;
     
  • Este mesmo grupo terrorista teria colocado uma bomba ao lado da Igreja Santuário Menino Jesus, no centro de Brazilândia, DF, na madrugada do dia 25 de dezembro.   O artefato explosivo foi desarmado pela Polícia Militar;
     
  • Ainda, na posse do Presidente da República no dia 01/01/19 o espaço aéreo no entorno de toda a região onde ocorreria a posse foi fechado assim como o sinal de celular foi desativado para impedir a ativação remota de eventuais artefatos explosivos (quem aqui usa Whatsapp como meio de comunicação de emergência?);
     
  • A embaixada brasileira em Berlim foi alvo de pichações no sábado dia 05/01/19 (esta mesma embaixada já havia sido alvo de outras pichações em 2013);
     
  • A atual onda de atentados no Ceará incluiu: explosão de um dos pilares de um viaduto (São Paulo não precisou de explosão alguma para ter sérios problemas estruturais em outro viaduto); explosão de antenas de celulares comprometendo a comunicação em pelo menos 12 cidades (e o Whatsapp como fica eihm?), incêndio proposital de vários ônibus, crime tipificado em vários países como atos terroristas e, mais recentemente, outro incêndio criminoso em equipamentos contra a seca, com o claro propósito de prejudicar a população.
     

Se incluirmos outros incidentes relacionados com o crime organizado, por exemplo: explosões de carros forte, caixas eletrônicos, armamento pesado e ataques às forças de segurança, incluindo seus helicópteros, o cenário fica ainda mais preocupante.

Uma associação de grupos terroristas com o crime organizado e hackers provocará efeitos devastadores às organizações e às sociedades.

Neste novo contexto de 2019 – ano novo vida nova – nós, profissionais de continuidade de negócios devemos rever as nossas ameaças potenciais, que incluem: 
 

  • Minha organização é um alvo potencial?
     
  • Meus vizinhos são alvos potenciais?
     
  • Minha localização é de risco?
     
  • Minha comunicação de emergência é baseada em Whatsapp?
     
  • Parte da minha estrutura operacional crítica está hospedada em fornecedores que são alvos potenciais ou hospedam outros clientes que são alvos potenciais?
     
  • E é claro, a segurança das nossas informações (vide o ataque hacker a mais de 400 políticos da Alemanha em 04/01/19).
     

Ao que tudo indica teremos muito trabalho pela frente.   Você está realmente preparado?

Querendo saber mais em como preparar a sua empresa para mais esta ameaça não deixe de nos contatar.

 Por : Sidney R. Modenesi, MBCI -  o consultor líder e sócio fundador da STROHL Brasil

Veja também:

Sobre mindsecblog 1765 Artigos
Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.

Seja o primeiro a comentar

Deixe sua opinião!