Fortinet e WOMCY assinam acordo estratégico para aumentar a oferta de treinamento em cibersegurança para mulheres

Fortinet e WOMCY assinam acordo estratégico para aumentar a oferta de treinamento em cibersegurança para mulheres. Aliança tem o propósito de diminuir a brecha de profissionais qualificados e de potencializar a diversidade no setor na América Latina

A Fortinet® (NASDAQ: FTNT), fornecedora de soluções de cibersegurança anunciou a assinatura de um acordo com a organização sem fins lucrativos WOMCY Latam Women in Cybersecurity. Por meio da aliança, a WOMCY passa a integrar o programa de formação profissional Fortinet Network Security Academy (FNSA) com o propósito de reduzir a falta de profissionais e potencializar a diversidade em cibersegurança na América Latina, por meio da capacitação e certificação de suas associadas nos cursos do Network Security Expert (NSE) da Fortinet.

As mulheres membros da WOMCY CyberMaster terão acesso, por meio do programa NSE4 WOMCYHero, à plataforma de formação online NSE1, NSE2 e exames NSE4. Após a conclusão dos cursos – que podem ser realizados on demand, de acordo com a disponibilidade de cada estudante –, elas receberão, gratuitamente, o voucher equivalente a US$ 400 para o exame de certificação NSE4, que deve ser realizado até 30 de abril de 2021.

Como líderes em cibersegurança na região, nós estamos comprometidos em oferecer treinamentos que permitam reduzir a falta de habilidades em nossa indústria e apoiar o mercado para que tenhamos os profissionais qualificados que são necessários”, afirmou Pedro Paixão, CEO e VP de Fortinet para América Latina. “Nós estamos muito entusiasmados em adicionar a WOMCY ao nosso programa global, que hoje conta com mais de 75 instituições de ensino associadas na região. A aliança também nos permitirá oferecer treinamentos para diversas mulheres da América Latina, ampliando suas oportunidades no mercado de trabalho e colaborando com a diversidade e a inclusão no nosso setor.”

A cibersegurança é parte da resiliência operacional das empresas, tanto que o Fórum Econômico Mundial classificou de forma consistente as interrupções por conta de ataques cibernéticos como o risco mais significativo enfrentado pelas lideranças empresariais e governamentais. Entretanto, há uma lacuna de profissionais e de diversidade em cibersegurança para acompanhar este cenário e, neste sentido, a aliança entre a WOMCY e a Fortinet é extremamente estratégica para unirmos esforços e minimizarmos cada vez mais esta brecha” afirmou Vanessa Padua, líder para Latam do programa WOMCY Talent.

O programa Fortinet Network Security Academy (FNSA) visa fornecer uma certificação de cibersegurança a estudantes de organizações, faculdades e universidades em todo o mundo, para que possam entrar com sucesso no mercado de trabalho. Após a conclusão do programa FNSA, as alunas da WOMCY terão conhecimento de líder do segmento, respaldado por uma certificação profissional reconhecida internacionalmente como um importante diferencial de carreira.

Disponibilizaremos os treinamentos e as certificações avançadas do currículo Network Security Expert (NSE), envolvendo diferentes disciplinas que fazem parte dos conhecimentos que nós, profissionais de segurança, temos que buscar como diferenciais”, adicionou Padua.

Segundo o relatório da Fortinet sobre impacto na escassez de habilidades em cibersegurança, 68% das organizações possuem dificuldade em recrutar, contratar e reter talentos em cibersegurança, enquanto que 73% teve pelo menos uma intrusão/violação durante o último ano que pode ser parcialmente atribuída a uma brecha nas habilidades de segurança cibernética. Adicionalmente, de acordo com os dados da OAS (Organization of American States), apenas 11% das mulheres que atuam na indústria de tecnologia focam em cibersegurança. Na América Latina, este cenário atinge apenas 8%, sendo que somente 1% ocupa posições executivas.

“Na Fortinet, temos a maior equipe de especialistas em segurança da região. Por isso, temos o grande compromisso de promover a tendência crescente da diversidade de gênero em nossas equipes. Hoje temos mais de 100 mulheres experientes que ocupam cargos de engenheiras, executivas comerciais, gerentes gerais e diretoras regionais de vendas nos países da região. Acreditamos firmemente que ser uma empresa inovadora também significa ser um exemplo de cultura de diversidade e de incentivo a que mais mulheres escolham uma carreira na indústria de cibersegurança”, disse Elisa Ball, diretora de Recursos Humanos da Fortinet para a América Latina.

Quem se interessar em se tornar uma WOMCY CyberMaster e ingressar no programa NSE4 WOMCYHero basta acessar http://www.womcy.org e concluir o processo de registro.

Fonte Fortinet

 

Veja também:

Sobre mindsecblog 1765 Artigos
Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.

4 Trackbacks / Pingbacks

  1. Webinars: Semana da Privacidade - Minuto da Segurança da Informação
  2. NSA alerta para eliminar versões obsoletas do TLS
  3. 33 milhões de servidores Microsoft RDP vulneráveis sob ataque de DDoS
  4. Especial Mulheres 50 Associações e Grupos de Segurança Cibernética

Deixe sua opinião!