Adolescente de 16 anos invade servidores da Apple durante um Ano

Adolescente de 16 anos invade servidores da Apple durante um Ano. Embora se acredite amplamente que os servidores da Apple são inacessíveis, um estudante do ensino médio de 16 anos provou que nada é impossível.

O adolescente de Melbourne, na Austrália, conseguiu invadir os servidores da Apple e baixou cerca de 90 GB de arquivos seguros, incluindo chaves autorizadas “extremamente” seguras usadas para conceder acesso de login aos usuários, além de acessar várias contas de usuários.

O adolescente disse às autoridades que ele invadiu a Apple porque ele era um grande fã da empresa e “sonhava” em trabalhar para a gigante da tecnologia.

O que é mais embaraçoso? O adolescente, cujo nome está sendo retido por ser menor de idade, invadiu os servidores da empresa não uma única vez, mas inúmeras vezes ao longo de mais de um ano, e os administradores de sistemas da Apple não conseguiram impedir que os dados dos usuários fossem roubados. Quando a Apple finalmente percebeu a invasão, a empresa entrou em contato com o FBI, que recebeu a ajuda da Polícia Federal Australiana (AFP) depois de detectar sua presença em seus servidores e bloqueá-lo.

A AFP pegou o adolescente no ano passado depois de uma invasão em sua residência e apreendeu dois laptops da Apple, um telefone celular e um disco rígido. “Dois laptops da Apple foram apreendidos, e os números de série coincidiram com os números de série dos dispositivos que acessaram os sistemas internos“, disse um promotor à mídia australiana The Age. “Um telefone celular e disco rígido também foram apreendidos, e o endereço IP correspondeu às intrusões na organização.

Depois de analisar o equipamento apreendido, as autoridades encontraram os dados roubados em uma pasta chamada “hacky hack hack“.

Além disso, as autoridades também descobriram uma série de ferramentas e arquivos de hackers que permitiram ao garoto de 16 anos invadir o mainframe da Apple repetidamente. Segundo as autoridades, o adolescente também usou o Whatsapp para compartilhar sua “conquista” com os outros. A pedido da Apple, as autoridades não divulgaram detalhes sobre os métodos que o adolescente usou para invadir seus servidores seguros, embora os investigadores tenham dito que suas maneiras “funcionaram perfeitamente” até que quando a empresa percebeu.

O FBI e a AFP mantiveram tudo em segredo até agora, como o advogado de defesa do adolescente disse que o garoto se tornou tão conhecido na comunidade internacional de hackers que até mesmo mencionar o caso em detalhes poderia expô-lo a riscos.

Em uma declaração dada pela Apple à imprensa, a empresa garantiu a seus clientes que nenhum dado pessoal foi comprometido no hack, embora ainda não esteja claro que tipo de dados o adolescente roubou. O adolescente se confessou culpado em um Tribunal de Menores, mas o magistrado adiou sua sentença até o próximo mês (20 de setembro).

 

fonte: The Hacker News & The Age

 

Veja também:

Sobre mindsecblog 1772 Artigos
Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.

1 Trackback / Pingback

  1. Fórum discutiu implementação da Regulamentação 4658 do Bacen

Deixe sua opinião!