Grupo Fleury confirma ataque cibernético

Grupo Fleury confirma ataque cibernético pela segunda vez, o primeiro foi em 2021 quando afetou a disponibilidade de exames do COVID-19.

O Grupo Fleury comunicou ao mercado neste domingo (7) a ocorrência de um ataque cibernético em seu ambiente de Tecnologia da Informação. A companhia acionou seus protocolos de segurança e controle com o objetivo de minimizar os eventuais impactos em suas operações, contando com o apoio de empresas especializadas.

No final de semana, diversos clientes do Fleury postaram mensagens relatando o problema, que afetou o acesso a resultados de exames, além de agendamentos. “Estamos gradualmente normalizando nossas operações de forma controlada, com os devidos testes de segurança sendo executados, priorizando a integração automática de sistemas em hospitais em nossos ambientes, que vem ocorrendo de forma gradativa. As Unidades seguem atendendo nossos clientes com sistemas já restabelecidos”, diz o comunicado.

O problema de agora, relatam os pacientes, tem atrapalhado o agendamento de novos exames, tanto por telefone quanto diretamente nos laboratórios, e o acesso a resultados. Nas redes sociais e nos sites de defesa do consumidor, há uma série de queixas.

Hoje tive uma consulta prejudicada por indisponibilidade do sistema para obter um resultado de exame. Decepcionante! O médico ainda reiterou que o problema estava ocorrendo desde o dia anterior”, diz uma das mensagens publicadas no Reclame Aqui no sábado.

Pacientes também se queixam da falta de agilidade da empresa para informar a todos sobre o problema. No perfil oficial do Twitter, o Grupo Fleury tem respondido às reclamações com um pedido para que os usuários chamem a empresa “no privado”.

Hoje, sábado 06/05/2023, estava com exame agendado no Fleury às 07:15 da manhã, devendo chegar no laboratório às 06:45″, escreveu outro paciente no portal Reclame Aqui. “Quando cheguei no laboratório, não pude nem entrar”, acrescentou ele, informando que a atendente, ainda no estacionamento, já avisou sobre a indisponibilidade do sistema.

Mensagem exibida no site oficial do grupo Fleury afirma que sistemas estão indisponíveis 06/05/2023

Hoje, 09 de maio, o site do Fleury já estava normalizado.

Comunicado

“O Grupo Fleury confirmou na data de 07 de maio de 2023, às 19h:09min, a ocorrência de um incidente cibernético em seu ambiente de tecnologia da informação.

Desde o momento inicial das indisponibilidades, a Companhia acionou seus protocolos de segurança e controle com o objetivo de minimizar os eventuais impactos em suas operações, contando com o apoio de empresas especializadas e de referência nessa área de atuação.

Gradualmente tem normalizado suas operações de forma controlada, com os devidos testes de segurança sendo executados, priorizando a integração automática de sistemas em hospitais em seus ambientes, que vem ocorrendo de forma gradativa. As Unidades estão atendendo seus clientes com sistemas já restabelecidos.

A Companhia mantém atualizações frequentes e adota tecnologias disponíveis para preservar um adequado nível de proteção ao seu ambiente tecnológico, tendo inclusive investido substancialmente nos últimos 3 anos em sua estrutura de tecnologia, de forma a prevenir e proteger a segurança da informação, o que foi essencial para minimizar os efeitos desse incidente em suas operações.”

Ataque em 2021

Há dois anos, o grupo foi alvo de um ataque hacker, o que também prejudicou seus serviços à época. Na época o grupo de medicina diagnóstica Fleury sofreu um ciberataque levando os sistemas a ficarem indisponíveis e afirmaram que “As causas da indisponibilidade foram originadas a partir da tentativa de ataque externo aos nossos sistemas, que estão tendo suas operações restabelecidas com todos os recursos e esforços técnicos para rápida normalização dos nossos serviços“.

Na época as principais queixas envolviam a falta de acesso a resultados de exames para detecção de COVID-19.

Fonte: Estadão & Security Report

Veja também:

 

Sobre mindsecblog 2425 Artigos
Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Qbot lança campanha global e predomina como principal malware no Brasil | Minuto da Segurança da Informação
  2. ChatGPT precisa de regulação para maior segurança | Minuto da Segurança da Informação

Deixe sua opinião!