Passo a passo para identificar e prevenir ataques cibernéticos

Passo a passo para identificar e prevenir ataques cibernéticos associados a violações de dados.

A prevenção de ataques de injeções de frames (ou, em inglês, frame injections) economiza custos consideráveis ​​associados a violações de dados como tempo de inatividade do sistema, remediação, possíveis multas e controle de danos à reputação

Imagine uma selva digital onde aplicações web são a fauna abundante, e entre elas espreitam cibercriminosos, sempre prontos para atacar. Entre seus métodos astutos está a “injeção de frames”, uma tática furtiva que pode transformar aplicações web em plataformas de phishing e malware se não detectada a tempo.

A injeção de frame é uma técnica de ciberataque que envolve a inserção de um iframe em um site sem a permissão do proprietário. Um iframe é um elemento HTML que permite incorporar conteúdo de outro site dentro de uma página da web. 

Os especialistas da Check Point Software apontam a seguir os métodos eficazes para mitigar ataques de injeção de frames. Eles destacam a realização de revisões regulares de código, utilização de soluções de segurança, aplicação de práticas de codificação seguras e/ou ter uma política de segurança de conteúdo para identificar, prevenir e se proteger deste tipo de ataque cibernético.

Os ataques de injeção de frames são uma subcategoria dos ataques de injeção de código, em que agentes mal-intencionados manipulam a estrutura do site injetando frames HTML maliciosos em uma página web legítima. Financeiramente, prevenir tais ataques economiza custos consideráveis associados a violações de dados — tempo de inatividade do sistema, remediação, possíveis multas e controle de danos à reputação.

Práticas robustas de segurança fornecem uma vantagem competitiva ao prevenir acesso não autorizado a informações sensíveis, promovendo confiança entre os usuários, melhorando a reputação da empresa e contribuindo para uma melhor conformidade.
 

Como ficar um passo à frente dos ataques de injeção de frames

Medidas preventivas como os passos listados abaixo podem mitigar esse risco:

Passo 1: Entenda o risco

O primeiro passo para identificar e prevenir injeções de frames é entender contra o que você está lutando. Como mencionado, injeções de frames manipulam sites adicionando frames maliciosos, muitas vezes invisíveis ao usuário. Esses frames podem hospedar sites de phishing, informações enganosas ou downloads de malware. Como administrador, é importante estar atento e garantir que as aplicações web não sejam usadas para explorar seus usuários.

Passo 2: Faça revisões de código regulares

Realizar revisões de código regulares é uma estratégia eficaz para detectar vulnerabilidades potenciais. Envolve revisar sistematicamente o código-fonte da sua aplicação web para identificar onde a injeção de frames pode ocorrer. Por exemplo, ter atenção às áreas no código onde a entrada do usuário é incorporada diretamente ao conteúdo da página web.

Passo 3: Use ferramentas de segurança

Aproveitar ferramentas de segurança como Sistemas de Detecção de Intrusões (IDS), scanners de vulnerabilidade e firewalls de aplicações web pode detectar e alertar sobre pontos potenciais de injeção de frames no seu código. Ferramentas de segurança são essenciais, mas, lembre-se, elas não substituem uma revisão de código completa e devem ser usadas em conjunto.

Passo 4: Implemente práticas de codificação segura

Uma prática de codificação segura é a validação de entrada — garantir que todos os dados dos usuários sejam verificados quanto à adequação antes do uso. Evite usar a entrada do usuário diretamente nas suas páginas web sem a devida sanitização. Considere também os princípios de “privilégio mínimo”, em que cada parte da sua aplicação tem apenas as permissões necessárias para funcionar.

Passo 5: Evite a entrada do usuário

Escapar da entrada do usuário garante que caracteres com significado especial em HTML e JavaScript sejam neutralizados, de modo que eles sejam exibidos como texto normal e não possam ser usados para alterar a estrutura da página. Caracteres especiais como <, >, “, ‘ e & devem ser substituídos por suas respectivas entidades HTML. Isso impede que um usuário mal-intencionado injete código HTML ou script nas suas páginas.

Passo 6: Use uma política de segurança de conteúdo

A Política de Segurança de Conteúdo (CSP) é um padrão de segurança que ajuda a prevenir ataques de injeção de frames permitindo que você defina quais fontes de conteúdo são confiáveis, limitando assim a capacidade de um atacante de injetar conteúdo malicioso. O profissional de segurança pode implementar uma CSP robusta nas suas aplicações web para reduzir significativamente o risco de ataques de injeção de frames.

Passo 7: Atualize e aplique patches regularmente

Manter seus sistemas e softwares atualizados é crucial para qualquer estratégia de cibersegurança. Nem é preciso dizer que atualizações e patches regulares podem proteger contra vulnerabilidades conhecidas que cibercriminosos podem explorar para injeção de frames.

A injeção de frames é uma tática maliciosa no arsenal dos cibercriminosos, com potencial para comprometer aplicações web e causar graves danos financeiros e de reputação. No entanto, ao seguir o passo a passo listado pelos especialistas da Check Point Software pode mitigar essas ameaças de forma eficaz.

Veja também:

Sobre mindsecblog 2549 Artigos
Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.

1 Trackback / Pingback

  1. Ransomware explora vulnerabilidade do sw de backup Veeam

Deixe sua opinião!