Harness lança ferramenta capaz de identificar erros no desenvolvimento de softwares

Harness lança ferramenta capaz de identificar erros no desenvolvimento de softwares. O Continuous Error Tracking (CET) permite que os desenvolvedores identifiquem e resolvam erros em códigos de entrega para softwares em minutos, ao invés de semanas

A Harness, única plataforma de software delivery de ponta a ponta, lança no mercado o Continuous Error Tracking (CET), um novo módulo que permite que desenvolvedores identifiquem e resolvam proativamente erros em todo o ciclo de vida de entrega de software (SDLC). O módulo integra-se com soluções de monitoramento populares, como AppDynamics, Dynatrace, DataDog, NewRelic e Splunk; integra-se nativamente também aos pipelines de construção e implantação da Harness e com outras soluções de CI/CD de terceiros, podendo ainda ser usado de forma independente.

Os desenvolvedores de software gastam atualmente até 75% de seu tempo executando códigos para encontrar problemas em suas funcionalidades. No entanto, a maioria das soluções foca no monitoramento da produção para as equipes de Engenharia de Confiabilidade(SRE), refletindo um tempo menor para que desenvolvedores analisem o comportamento do software durante as fases de desenvolvimento e implantação de sistemas.

O Harness CET oferece uma série de benefícios importantes para os desenvolvedores, incluindo a redução de erros que passam despercebidos pelo time de qualidade, eliminando a resolução manual dos problemas e permitindo que as equipes encontrem e corrijam problemas em minutos, e não mais em semanas. A solução prioriza o desenvolvedor ao permitir a identificação de erros em código de ponta a ponta, garantindo a criação de portas de controle de qualidade nos estágios de Integração Contínua (CI) e Entrega Contínua (CD). 

A ferramenta correlaciona erros encontrados na execução de um software com outros erros observados na produção do mesmo corrigindo desvios mais rapidamente. Os principais recursos do Harness Continuous Error Tracking incluem:

  • Análise de código em tempo de execução: permite que os desenvolvedores reproduzam e resolvam erros com contexto completo. Ao fornecer visibilidade completa de cada código-fonte com defeito, os problemas são encaminhados diretamente para o desenvolvedor certo para uma resolução mais rápida. Com a capacidade de capturar o estado em toda a camada de chamadas, o Harness CET fornece aos desenvolvedores um contexto completo de erros, incluindo variáveis de código e objetos de até 10 níveis de profundidade no heap – mais do que qualquer outro provedor.
  • Quality Gates de código: garante que códigos ruins sejam impedidos de serem utilizados, com portas de qualidade no pipeline de CI/CD. Harness CET funciona como uma proteção para garantir apenas a passagem de código de alta qualidade.
  • Estabilidade de versão: permite que os desenvolvedores comparem as versões atuais ou anteriores da operação do software para entender as tendências em erros novos, críticos e ressurgidos. Essa percepção ajuda as equipes a manter a qualidade do lançamento ao longo do tempo.

Nosso objetivo é capacitar os desenvolvedores, fornecendo uma solução que aborda os pontos problemáticos não atendidos pelas ferramentas tradicionais de rastreamento e observabilidade de erros“, disse Jyoti Bansal, CEO e cofundador da Harness. “O Harness Continuous Error Tracking oferece visibilidade e contexto incomparáveis, permitindo que as equipes identifiquem, diagnostiquem e resolvam problemas rapidamente, garantindo uma melhor experiência para desenvolvedores e clientes“, completa o executivo.

Implementamos novos recursos e mudanças com frequência.  Por isso, é crucial ter uma ferramenta que forneça feedback em tempo real sobre o desempenho da operação. O Harness CET tem sido fundamental para nos ajudar a manter padrões de alta qualidade e simplificou muito nosso processo de observação de erros. Agora podemos implantar alterações de código com confiança, sabendo que temos a capacidade de detectar e resolver problemas desde o início”, disse Sanjay Singh, chefe de DevSecOps da Games24x7.

Com mais de US$ 1 bilhão em custo de nuvem sob gerenciamento para a base de clientes, a Harness tem no portfólio clientes globais como Ancestry, Carvana, The Warehouse Group, Ulta Beauty, United Wholesale Mortgage, entre outros. Operando na América Latina desde abril, a marca já possui contrato com grandes players locais como C6, PicPay e Banco Original no Brasil, Siigo na Colômbia, Fallabella e SMU no Chile.

Segundo o VP de Vendas Latam, Thiago Magro, “o CET chega para melhorar ainda mais a eficiência de times de engenharia/DevSecOps, que já são em média 65% mais eficientes quando utilizam as soluções da empresa. Esse é um mercado em rápido desenvolvimento e as empresas olham cada vez mais para soluções como a nossa”, aponta.

Sobre a Harness

A Harness é a única plataforma de software delivery de ponta a ponta. Ela fornece uma maneira simples e segura para as equipes de engenharia e DevSecOps liberarem aplicativos em produção. A Harness usa machine learning para detectar a qualidade das implantações e reverter automaticamente as com falha, economizando tempo e reduzindo a necessidade de scripts personalizados e supervisão manual, devolvendo aos engenheiros seus fins de semana. A Harness está sediada em São Francisco, com operações na América Latina, Europa e África.

Veja também:

Sobre mindsecblog 2105 Artigos
Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.

1 Trackback / Pingback

  1. LGPD: Prefeitura é condenada por vazamentos de dados pessoais | Minuto da Segurança da Informação

Deixe sua opinião!