Cuidado com o seu português

Cuidado com o seu português. David Braga, CEO da Prime Talent Executive Search, fala sobre a importância de cuidar de como se fala e se escreve no ambiente profissional.

A credibilidade de um profissional começa, sim, com boa apresentação e postura, mas o conteúdo, o que inclui o bom domínio do idioma nativo, no nosso caso, o português, é fundamental. Você sabia que os profissionais que cometem erros na fala ou escrita podem arranhar a própria imagem? Isso é muito sério”, alerta o headhunter e CEO da Primte Talent Executive Search, David Braga.

Segundo ele, esse cuidado com o idioma deve começar ao escrever o currículo, seja em documentos de Word, seja no Linkedin ou em plataformas digitais, quando a pessoa opta por criar um domínio com seu nome e inserir lá todo o seu portfólio. “Percebemos que os erros de português aparecem em todas as faixas de formação, idades e níveis hierárquicos dentro das empresas. Por isso, recomendo o cuidado e atenção desde a elaboração do currículo até quando o profissional precisa falar diante do público, seja numa palestra interna para colegas, num evento em que representa a empresa, ou mesmo numa reunião corriqueira com seus colegas e líderes”, pontua.

Nesse caso, Braga recomenda não apenas conhecer o assunto em pauta: cometer erros de português pode comprometer – e muito – a credibilidade do colaborador e da corporação que ele representa. “Nesse contexto, um profissional que não domina sua língua materna perde parte dos méritos, tanto com seus superiores, quanto com seus liderados, clientes e fornecedores. E vamos concordar que não tem nada pior do que escutar alguém falar algo errado ou ler um texto com ortografia errada; não é verdade?”, indaga.

Atente-se para algumas dicas do headhunter:

  • Fique de olho na sua escrita ‘corporativa’;
  • Antes de enviar textos, revise-os. Isso vale para e-mails, mensagens em grupos de Whatsapp; apps de comunicação institucionais;
  • Quando escrever relatórios e outros documentos corporativos que demandam uma apresentação mais formal da comunicação da empresa redobre a atenção com a revisão. Se for o caso, peça para um colega reler para você;
  • Pratique sempre a leitura de literaturas variadas para aumentar o seu repertório de palavras, construções gramaticais e vocabulário geral;
  • Se tiver alguma dúvida, consulte dicionários, ferramentas de busca como Google ou Bing;
  • Procure palavras sinônimas para substituir alguma que esteja repetitiva ou peça a ajuda de colegas e profissionais especializados.

Fato é que erros de português mostram despreparo e descuido na elaboração de materiais – do simples ao robusto. Em tempos de grande uso das mídias sociais, “escorregões” na escrita ficaram muito mais evidentes e todos estão sendo observados a todo instante.

Ficar atento a esses detalhes da nossa comunicação é extremamente importante para quem quer construir uma imagem de credibilidade onde atua. Quando um cliente percebe as incorreções, ele tende a questionar, inclusive, a qualidade e a exatidão do conteúdo que foi entregue. Por isso, esmero é sempre essencial. Como bem sabemos, falar português não é simples, porém cometer certos tipos de erro ao redigir um documento pode alterar todo o sentido do que se deseja expressar”, alerta o headhunter.

Por: David Braga é CEO, board advisor e headhunter da Prime Talent, empresa de busca e seleção de executivos, presente em 30 países pela Agilium Group; é conselheiro de Administração e professor convidado pela Fundação Dom Cabral; além de conselheiro da ABRH MG, ACMinas e ChildFund Brasil. Instagrams: @davidbraga | @prime.talent
Sobre mindsecblog 2521 Artigos
Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.

Seja o primeiro a comentar

Deixe sua opinião!