CrowdStrike aterriza no Brasil com o melhor Next Generation AV do mercado!

CrowdStrike aterriza no Brasil com o melhor Next Generation AV do mercado! Com uma verdadeira solução Next Generation de AV, que revoluciona o conceito de proteção de endpoints ao com uma solução leve e não baseada em assinatura, a CrowdStrike  assume papel de protagonista e líder inovadora na proteção contra ameaças avançadas e zero-day.

CROWDSTRIKE FALCON: FAZENDO O POSSÍVEL “IMPOSSÍVEL”

“Disseram que era impossível fornecer proteção completa ao endpoint usando um único agente sem impacto no desempenho do usuário. Nós provamos que eles estavam errados. Com o CrowdStrike Falcon” afirma a CorwdStrike. Com visibilidade, proteção e resposta em tempo real sem precedentes, agora é possível:

  • Impedir ataques sofisticados e de commodities – Mesmo que eles usem ou não malware, independentemente de seus endpoints estarem online ou offline.
  • Obtenha visibilidade de endpoint em tempo real e insights sobre aplicativos e processos em execução em qualquer lugar de seu ambiente, garantindo que nada seja perdido e tudo o que requer uma resposta, tenha uma.
  • Busque ativamente as atividades de ameaças avançadas – de forma mais rápida e eficaz do que nunca.
  • Proteja endpoints em todas as plataformas líderes, incluindo endpoints do Windows, OS X e Linux, servidores, máquinas virtuais e plataformas de nuvem como AWS, Azure e Google.
  • Retire seu antivírus legado e implemente uma solução de última geração testada independentemente e certificado como um AV substituto

IDC posicionou a CrowdStrike como uma das duas principais “líderes” e citou a força da capacidade da CrowdStrike de alavancar a abordagem de Incident Response (IR) conduzida por análise de inteligência e uma compreensão profunda das táticas, técnicas e procedimentos do adversário. O CrowdStrike combina especialização de classe mundial e poderosa tecnologia de próxima geração para realizar remediação mais rápida e fornecer inteligência acionável para não apenas interromper um ataque atual, mas também impedir futuros ataques.  A CrowdStrike está à frente de empresas com marcas já muito mais conhecidas aqui no Brasil e que já participaram diversas vezes na análise do IDC.

O CrowdStrike é um provedor privado de serviços de segurança proativos e uma das empresas com mais rápido crescimento neste espaço. A empresa atende a uma ampla variedade de tipos de clientes e Verticais“, afirma a IDC. “A CrowdStrike alavanca sua abordagem IR baseada em inteligência e compreender as táticas e técnicas do adversário para identificar as lacunas de segurança organizações de clientes ou sentar-se ao lado de executivos para desenvolver estratégias de segurança.”

“Mais de 150 bilhões de eventos coletadas por dia”

O CrowdStrike cita o Falcon Insight e o Falcon Prevent, suas ofertas de EDR baseadas em nuvem e AV de próxima geração, que permite que os consultores obtenham visibilidade da infra-estrutura de endpoint da vítima e evitem tráfego malicioso ativo e comportamento de atrapalhar uma investigação eficaz. Além disso, a arquitetura escalável baseada em nuvem da plataforma (mais de 150 bilhões de eventos coletadas por dia) permite que a equipe de resposta comece a trabalhar remotamente para identificar / classificar ameaça e tomar ações corretivas para começar a expulsar os invasores dos ambientes do cliente antes que o impacto aumente.

A Forrester também psiciona a CrowdStrike como Líder para Endpoint protection.  “A CrowdStrike entende e articula o problema de combater sofisticados atores melhor do que ninguém. Construiu uma empresa de produtos EDR reforçada com inteligência contra ameaças e serviços forenses digitais que são amplamente respeitados em todo o setor. Eles fazem sistema
classificação baseada em processos em execução na máquina para ajustar a priorização de alertas, e a caça às ameaças é executada usando a linguagem de consulta Splunk (SPL), que pode ser vista como uma vantagem competitiva para organizações que retêm analistas com essa qualificação.

Os consultores de segurança da CrowdStrike trabalham com a equipe Global Threat Intelligence da empresa para rastrear atividades adversárias em todo o mundo e produzir inteligência acionável e personalizada para os clientes. Isso permite que a equipe do CrowdStrike entenda os motivos do adversário e os TTPs em um esforço para antecipar suas ações e atribuir ataques.

Segundo o Gartner, “a CrowdStrike fez um grande progresso em 2017 e conseguiu substituir fornecedores legados de EPP em grandes organizações. Com 79% de seus negócios na América do Norte, o CrowdStrike tem implementações em 176 países e inclui algumas organizações muito grandes com mais de 50.000 licenças.”

“CrowdStrike alcançou a pontuação mais alta em capacidades críticas pra proteção de endpointsentre as organizações ‘tipo A’ ” , Gartner

O agente individual leve do CrowdStrike Falcon suporta todos os ambientes (físico, virtual e nuvem) e funciona com o mesmo agente e console de gerenciamento para a proteção Falcon Prevent e o Falcon Insight EDR. Com sua herança de EDR, o CrowdStrike registra a maioria dos eventos de endpoint e envia todos os dados gravados para sua nuvem para análise e detecção“, complementa.

Organizações com equipes pequenas ou sem SOC irão encontrar a combinação de Falcon OverWatch e Falcon Endpoint Protection convincente.

Juntamente com os recursos de EPP e EDR, a CrowdStrike oferece um serviço complementar chamado Falcon OverWatch, a um preço atraente, levando a uma adoção extremamente alta entre sua base instalada. O Falcon OverWatch fornece assistência gerenciada, alerta, resposta e assistência de investigação. Organizações com equipes de SOC pequenas ou não encontrarão a combinação de Falcon OverWatch e Falcon Endpoint Protection convincente. O CrowdStrike também oferece um serviço de resposta a violações bem respeitado.” finaliza.

Há uma grande expectativa de que, já no próximo reporte, o CrowdStrike seja posicionado como Líder no quadrante do Gartner , devido ao seu expressivo avanço técnico e crescimento da base instalada globalmente neste ano.

Nossa expectativa é que a CrowdStrike apareça no quadrante de Líderes já no próximo relatório do Gartner, seguindo os apontamentos do Forrester e IDC“, afirma Marcio Bonifácio, diretor responsável da CrowdStrike para a América Latina.

O CrowdStrike é consistentemente reconhecido como a solução líder em proteção de endpoints por analistas do setor, organizações de testes independentes e profissionais de segurança.

Clique e veja mais sobre o que os analistas estão dizendo sobre a CrowdStrike

CrowdStrike Falcon

A plataforma CrowdStrike Falcon® é pioneira na proteção de endpoints e servidores gerenciados a partir da nuvem. Ele fornece e unifica IT Hygiene, antivírus de última geração, detecção e resposta de endpoint (EDR), gerenciamento de ameaças e inteligência de ameaças – tudo entregue por meio de um único agente muito leve. Usando sua arquitetura nativa em nuvem, a plataforma Falcon coleta e analisa mais de 1 trilhão de eventos de terminal por semana a partir de milhões de sensores implantados em 176 países.

  • FALCON DISCOVER

IT Hygiene – O Falcon Discover identifica sistemas não autorizados e aplicações em qualquer lugar em seu ambiente, em tempo real, permitindo uma correção mais rápida para melhorar sua postura de segurança

  • FALCON PREVENT

Next-Generation Antivirus (NGAV) – O Falcon Prevent protege contra ataques de malware e malware-free e é testado e certificado por terceiros, permitindo organizações substituir seu AV de forma rápida e simples.

  • FALCON INSIGHT

Endpoint Detection & Response (EDR) – O Falcon Insight fornece uma visibilidade do endpoint contínua e abrangente, que incluí detecção, resposta e análise forense, para garantir que nada é perdido e possíveis violações possam ser interrompidas.

  • FALCON OVERWATCH

Managed Threat Hunting – A equipe 24/7 do Falcon OverWatch aumenta seus recursos internos de segurança para identificar atividades maliciosas no primeiro estágio possível, impedindo adversários sigam em suas infiltrações.

  • FALCON INTELLIGENCE

Threat Intelligence – A Falcon Intelligence rastreia a atividade adversária de forma global, fornecendo relatórios e análises customizados e acionáveis que podem ser operacionalizados facilmente para melhorar sua postura geral de segurança.

Sem a necessidade de fazer download de assinaturas constantemente, consumindo larga faixa de banda nos links de comunicação, o agente Falcon (pequeno e leve) e a nuvem (grande e potente) funcionam perfeitamente para oferecer proteção e visibilidade em tempo real, mesmo quando o agente não está conectado à Internet. A simplicidade da arquitetura do CrowdStrike finalmente lhe dá a liberdade de substituir e retirar as camadas de segurança complicadas que roubam o desempenho que entulham seu ambiente.

A plataforma Foalcon oferece:

  • Monitoramento contínuo – no Windows, macOS e Linux
  • Sempre protegido sem atualizações de assinaturas problemáticas
  • Identifique sistemas e aplicativos não autorizados em tempo real
  • Obtenha informações sobre os adversários que atacam seus endpoints
  • Evite ataques sofisticados instantaneamente – diretamente no endopoint

De acordo com a avaliação do IDC MarketScape, “o CrowdStrike alavanca sua abordagem de inteligência de incidente e compreensão de táticas adversárias e experiência em técnicas para identificar lacunas de segurança dentro de suas organizações clientes e para aconselhar os executivos sobre o desenvolvimento de estratégias de segurança para melhorar a detecção, prevenção, capacidade de resposta e remediação.

A MindSec é a primeira revenda certificada pela CrowdStrike no Brasil, trazendo todo o potencial desta ferramenta de última geração às empresas e conglomerados no Brasil. Agende uma apresentação e uma PoC através do email: [email protected]

Descubra todo o potencial desta ferramenta e o que a CrowdStrike pode fazer pela a sua empresa!

Vejam também:

Falsos updates com malwares impulsionam mineradores de Criptomoedas

Fonte: IDC Report & Forrester Report & Gartner
About mindsecblog 1272 Articles
Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.

88 Trackbacks / Pingbacks

  1. JP Morgan lança programa de recompensa de descoberta de vulnerabilidades
  2. Nova LGPD: os direitos dos titulares de dados pessoais
  3. Empresas "cyber ready" apresentam melhores resultados
  4. 10 maneiras de manter-se seguro online
  5. Como nível C contribui para uma postura de segurança mais forte
  6. Hackers exploram vulnerabilidade de zero day da Cisco ASA e FTD
  7. Antivírus DATLESS revoluciona mercado de Endopoint
  8. Como melhorar a resposta a incidentes e o tempo de remediação
  9. Dell rompe com Cylance e revigora a proteção de endpoint com o CrowdStrike
  10. MPDFT multa em 10Milhões operadora de Bitcoins por vazamento de dados
  11. Docker sofre violação e 190k usuários são afetados
  12. Vazam dados financeiros da Oracle, Airbus, Toshiba e Volkswagen após ataque cibernético
  13. Falha no software da SAP coloca em risco milhares de empresas
  14. Falhas no SupportAssist da DELL permite controle remoto da máquina
  15. Reconsidere o uso de câmeras WiFi em áreas sensíveis
  16. Site Associação Brasileira para Desenvolvimento de Atividades Nucleares foi hackeada
  17. EUA declara Emergência Nacional e fecha as portas para a Huawei
  18. Vulnerabilidade de execução remota de código "Wormable" crítica no RDP
  19. CEOs ganham mais após empresas sofrerem ciberataques
  20. Fabricantes de antivírus teriam sido hackeadas e exposto seus códigos
  21. Dados de 49 Milhões de usuários do Instagram expostos online
  22. Estudo aponta que 23,2 Milhões usam 123456 como senha
  23. A hora de racionalizar as camadas de proteção de segurança
  24. A hora de racionalizar as camadas de proteção de segurança – Information Security
  25. 50.000 servidores MS-SQL, PHPMyAdmin infectados
  26. G-SUITE armazenou senha de usuários corporativos em claro por 14 anos
  27. Funcionários acreditam que a empresa não tem propriedade exclusiva sobre os dados
  28. Segurança Cibernética e sua Carreira
  29. Hackers tentaram violar dados do Relator da Lava Jato
  30. Como e porque Moro foi hackeado e o que você pode fazer para não ser
  31. Novo golpe "rouba" WhatsApp do seu celular
  32. Novo ataque "RAMBleed" permite hackers roubarem dados confidenciais
  33. O que é a Web Invisível?
  34. Microsoft Outlook para Android vulnerável a ataques XSS
  35. Vulnerabilidade crítica no Kernel do Linux afeta Milhões de serviços
  36. Novo malware do Mac explora bug no GateKeeper
  37. 14º Relatório anual de segurança da Netscout traz dados sobre o Brasil
  38. Sistema de "Alerta Presidencial" dos EUA via 4G pode ser falsificado
  39. O debate sobre o uso Backdoors em criptografias está de Volta
  40. Broadcom em negociações para comprar Symantec
  41. Cisco lança patches para duas vulnerabilidades críticas no DCNM
  42. Outro vazamento do Amazon S3 expõe dados da Attunity
  43. Pesquisadores divulgam novo ataque que explora função Power Query
  44. Você pode confiar seu rosto ao FaceApp?
  45. Novo ataque permite que aplicativos Android ouçam o seu alto-falante
  46. DataSpii: Vazamento de dados pessoais em mass
  47. NCSC alerta para nova onda de ataques de sequestro de DNS
  48. Novo malware tem a capacidade de tomar controle sem acesso root
  49. Cofre de Senhas - Sugestões para uma implementação bem sucedida
  50. PMEs subestimam seriamente sua vulnerabilidade a ataques cibernéticos
  51. A #LGPD e o mito do advogado que entende de Dados
  52. Apple suspende programa Siri após contestações sobre privacidade
  53. Falhas no chipset da Qualcomm expõem milhões de dispositivos Android
  54. 90% dos usuários do iPhone Enterprise expostos à iMessage Spy Attack
  55. Vazamento da Capital One é uma das maiores violações dos EUA
  56. PWC Grécia recebe multa de €150Mil por violar GDPR
  57. 21 aplicativos antivírus Android apresentam sérias vulnerabilidades
  58. Microsoft lança patch para vulnerabilidade similar ao Spectre e Meltdown
  59. Berghem traz ao Brasil novas soluções de cybersecurity
  60. CrowdStrike nomeado como "Líder" com a maior pontuação possível em 6 critérios
  61. Arquitetura de proteção de Endpoint da CrowdStrike
  62. Vulnerabilidade permite DoS no Servidor IIS Microsoft
  63. Falha no Kaspersky expõe usuários a rastreamento de Cross-Site
  64. Evolução dos Mobiles MalwaresEvolução dos Mobiles Malwares
  65. Imperva notifica clientes de WAF de vazamento de chaves de APIs e SSL
  66. Relatório NETSCOUT mostra frequência de ataques e principais alvos
  67. VPNs da Pulse Secure e Fortinet sem correções são alvos de Hackers
  68. Vulnerabilidade no Tesla permite hackers clonarem chave em 2 segundos
  69. Vulnerabilidade do Bluetooth permite espionar conexões criptografadas
  70. As 10 melhores ferramentas de verificação de vulnerabilidades
  71. A indústria dos dados pessoais, os data brokers e a LGPD
  72. Estados dos EUA abrem investigação antitruste contra Google
  73. Microsoft lança atualização e causa problemas de performance
  74. A falsa sensação de segurança: 10 controles que podem estar faltando em sua arquitetura de nuvem
  75. CLOUD  SECURITY  Por onde Começar?
  76. Atualização interrompe verificações do Windows Defender
  77. Hardening: porquê, como planejar e qual o padrão recomendado!
  78. Malware FunkyBot intercepta códigos 2FA do Android
  79. Lista de países mais vulneráveis ​​a ataques cibernéticos
  80. Vem aí o Security Day - principal evento do curso Superior de Tecnologia em SI da FATEC
  81. Governo publica Glossário de Segurança da Informação
  82. Microsoft lança o OneDrive Personal Vault com 2FA - Minuto da Segurança da Informação
  83. API do Twitter expõe milhões de iPhones a ataques Main-In-The-Middle
  84. Dados de 92 Milhões de brasileiros a venda na Darkweb
  85. Amazon pode estar vendo você em sua casa
  86. CrowdStrike é LEADER no Magic Quadrant do Gartner 2019
  87. Maioria dos ataques já não usa mais malware aponta relatório
  88. ISO 27701 - Extensão ISO 27001/2 para Privacidade de Dados

Deixe sua opinião!