Os Desafios de Segurança dos IoT

Novas tecnologias trazem novos desafios

O proliferação do uso de IoT traz novos desafios para a Segurança da Informação. A segurança em IoT ainda é imatura.

Sem dúvida você já ouviu falar do termo internet das coisas, ou internet of things – IoT.

Esse tópico está dando o que falar, mais será que você sabe o que esse conceito significa? E sabe o quão impactante isso vai ser para nossas vidas?

Esse artigo irá trazer algumas informações e reflexões a respeito desse tópico. Espero que ao final dele você consiga entender o conceito e é claro se estimular para estudar mais sobre o assunto.

Internet das coisas é uma revolução tecnológica a fim de conectar dispositivos eletrônicos utilizados no dia-a-dia. A internet cujo desenvolvimento depende da inovação técnica dinâmica em campos tão importantes como os sensores wireless, a inteligência artificial e a nanotecnologia.

Podemos resumir internet das coisas em: IOT é uma revolução tecnológica que possibilita a conexão mútua entre coisas e entre coisas e usuários, utilizando a internet como meio para troca dessas informações.

A IOT vai impactar a vida das pessoas e os negócios, modificando perfis de compra e hábitos de consumo, os objetos serão capazes de dialogar com os usuários, provendo maior qualidade de vida e agilidade e produtividade nos processos.

Segundo o Instituto Global McKinsey a internet das coisas vai gerar entre US$ 3,9 e 11,1 trilhões em novos negócios.

Por isso, é de extrema importância para as empresas criarem mecanismos para interpretar os dados gerados e usarem isso a seu favor na hora de entender as necessidades desse novo mercado. Podendo oferecer não só melhores serviços, mas também uma melhor experiência e inovação para seus consumidores.

A IOT também pode gerar impactos negativos na sociedade, como o desaparecimento de empregos e postos de trabalho, além das questões de segurança que envolvem privacidade dos dados dos usuários.

Segundo o estudo ISTR – Internet Security Threat Report 2016, da Symantec, atualmente são criados mais de um milhão de novas instâncias de malware por dia! Isso, combinado à falta de informação dos usuários sobre os riscos que eles correm em não proteger seus dados e dispositivos, pode gerar grandes prejuízos financeiros.

Estima-se que até 2021 sejam gastos US$ 6 trilhões com cibercrime.

Levando em consideração, que estamos dando inicio a uma era em que tudo estará conectado e utilizaremos esse conceito para gerenciar sistemas, casas e cidades, temos que nos atentar a como esses dispositivos serão fabricados.

Muitos fabricantes, com o objetivo de diminuir custos de produção, retiram dos aparelhos componentes e partes importantes, que na maioria das vezes compromete a segurança dos mesmos, alguns fabricantes inclusive não possuem nem a capacidade de realizar atualizações de segurança em seus produtos.

Outra vertente da segurança que devemos levar em consideração é que com a integração dos sistemas e quantidade crescente de dados, o grau de exposição dessas informações será cada vez maior.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Cisco, a expectativa é que até 2020, mais de 50 bilhões de dispositivos estarão conectados à internet.

Vamos supor em uma casa que tenha todos os sistemas conectados, de eletrodomésticos a computadores, na mesma rede de dados, se um hacker conseguir descobrir uma vulnerabilidade em um desses sistemas, como a geladeira por exemplo, ele pode usar isso para conseguir acessar os demais dispositivos dentro da sua casa.

O grande problema por trás disso é que tendo acesso a esses dispositivos, o hacker poderá usar isso para roubar seus dados, mudar informações e até mesmo danificar o ambiente, causando inúmeros impactos e problemas para ao dono da casa.

Isso mostra que as questões de segurança e seus riscos são muito abrangentes, afetando toda a estrutura de uma sociedade.

A guerra cibernética, por trás destes conceitos é uma realidade que poucos tem conhecimento.

Fica claro, que para que a IoT seja possível, ou seja, que possamos ter um mundo seguro e conectado é necessário antes haver uma estrutura desenvolvimento seguro e sistemas de segurança com altos padrões de proteção, tendo como prioridade a seguranças dos dados dos usuários e proteção dos sistemas.

 

Conclusão

A IOT trará muitas mudanças à nível global, transformando a forma como nos relacionamos com as coisas impactando diretamente nossas vidas, o meio ambiente, os negócios e nossa segurança.

As coisas conectadas podem servir tanto como aliadas quanto como alvos em ataques. Nesse caso temos melhorias na qualidade de vida e um melhor uso dos recursos além de um mundo mais responsivo. O grau de risco que os sistemas estão expostos aumenta à medida que mais dispositivos são conectados à rede.

O processo de segurança em IoT ainda está engatinhando, por isto vários reflexos negativos em seus sistemas de proteção têm sido notados, mas certamente o próprio mercado consumidor irá pressionar por melhorias e maior maturidade.

 

 

 

Veja também:

Ataque botnet IoT Reaper ainda não é tão grande quanto previsto

Novo Ataque Massivo Global de IoT é Iminente

Senhas de 30.000 IoT Vazam na Rede

Novo IoT Botnet visam Câmeras IP

Equipamentos bluetooth expostos permitem infectar a rede

Impressora Brother sujeita a ataques DoS

 

 

Referêcnia: http://www.proof.com.br/blog/iot-internet-das-coisas-desafios/

Por Celso Faquer    29/11/2017
About mindsecblog 294 Articles

Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.

Be the first to comment

Deixe sua opinião!