Informações de Usuários de iPhone eram Vendidas na China

A polícia de Zhejiang na China predeu 22 distribuidores de produtos da Apple que estavam traficando dados pessoais de usuários de iPhone. Não está claro se erram funcionários da Apple ou revendedores autorizados, no entanto para se ter acesso aos dados pessoais de usuários deveria ser algo exclusivo de funcionários ou de lojas oficiais da Apple, o que sugere que os acusados sejam de fato empregados da própria Apple.

Os dados eram vendido no mercado negro por cerca de R$4 a R$85 por cada usuário vendido, o que no total teria gerado cerca de 24 milhões de Reais aos envolvidos no esquema.

fonte: Olhar Digitalpor MindSec  08/06/2017

 

About mindsecblog 211 Articles
Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.