Hackers russos atingem a rede elétrica da Irlanda em outro ataque cibernético na infraestrutura crítica do Reino Unido

Embora não haja evidências que sugiram que as redes de energia irlandesas foram interrompidas, os especialistas em segurança acreditam que hackers roubaram dados

Os hackers baseados no Kremlin teria atacado a rede elétrica da Irlanda em outro ataque cibernético na infraestrutura crítica do Reino Unido .

Especialistas em segurança acreditaram que os hackers russos pretendiam comprometer sistemas de controle e engenheiros seniores do Conselho de Energia Elétrica da Irlanda (ESB) com e-mails de phishing.

Embora não haja evidências que sugiram que as redes de energia Irlandesas tenham sido interrompidas, os especialistas em segurança acreditam que hackers roubaram dados, incluindo senhas e podem ter acesso a redes internas.

Eles também disseram que a Irlanda, que abriga a sede Européia de grandes gigantes tecnológicos americanos como o Facebook, Apple e outros, está sendo usada como campo de testes por hackers russos.

The Times informou que acredita-se que os hackers que tentaram se infiltrar na rede elétrica Irlandesa têm vínculos com a agência de inteligência russa GRU.

O grupo hacker russo Fancy Bear, que é amplamente acreditado como responsável pelos ataques cibernéticos que visaram os partidos democráticos dos EUA durante as eleições presidenciais de 2016, também foi anteriormente vinculado ao GRU.

No entanto, ainda é incerto se o ataque cibernético contra redes de energia Irlandesas fosse trabalho de hackers do Fancy Bear.

O ESB teria se abstido de comentar sobre o assunto, dizendo que não faz detalhes públicos específicos da sua segurança cibernética.

A segurança do fornecimento de energia elétrica é uma prioridade fundamental para o ESB. Como tal, todas as ameaças ao fornecimento são tratadas com a máxima seriedade“, disse um porta-voz.

O Centro Nacional de Segurança Social da Irlanda, no entanto, confirmou que estava trabalhando no assunto.

No início deste mês, as autoridades dos EUA disseram que os hackers russos visavam empresas americanas e de energia elétrica.

De acordo com especialistas em segurança, técnicas similares de ciberataque foram usadas contra empresas na Irlanda, acrescentando que os hackers também podem direcionar ataques à empresas do Reino Unido que operam redes nucleares e de energia.

The Times informou que a recente onda de ataques é uma tentativa de hackers russos de se infiltrar em infraestrutura crítica, especificamente as redes de energia.

fonte: International Business Times
por MindSec   17/07/2017
About mindsecblog 208 Articles
Blog patrocinado por MindSec Segurança e Tecnologia da Informação Ltda.